Obrigado Professores!

Não sou professor pelo que escrevo esta carta de forma livre e desprendida. Acompanho o problema do ensino e estas alterações desde o ano passado. Julgo que estas mudanças foram más e incompletas. Fizeram-se pelos motivos errados.
No entanto não escrevo este artigo por esse motivo, o que me leva a escrever estas palavras é a parte pior deste processo todo: o lado humano. Ao longo deste ano li os mais diversos comentários, ouvi debates e assisti à tremenda injustiça que muitos fizeram.
O que eu vi do lado de quem defendeu esta mudança (a contar com a ministra) foi um ataque ao sistema antigo e por conseguinte aos professores e às suas capacidades. Li, de uma forma triste devo adiantar, "esses" defensores da mudança a desqualificarem uma profissão (e as pessoas que a exercem) que é das mais dignas e uma das mais importantes para garantir um futuro mais risonho para Portugal.
Pior que isso, esse ataque caiu sobre a franja de professores que têm uma carreira mais longa e por isso está em breve reformado(a). É a pior forma de acabar uma carreira entregue ao Ensino e à causa pública. Este é o verdadeiro motivo que escrevo a estes professores.
Quero agradecer a todos eles por me permitirem ser quem sou hoje (não foram os únicos mas também contribuiram), por poder escrever estas linhas. Obrigado pelas horas incontáveis que despenderam a preparar as minhas aulas. Obrigado pela forma inventiva como muitas vezes deram as aulas e permitiram que eu aprendesse matérias interessantes. Obrigado por terem contribuido para o meu espiríto critico e para o meu futuro.
Quero que saibam que eu estou muito orgulhoso do vosso trabalho, da verdadeira revolução que operaram nos anos 70 e principalmente nos anos 80, permitindo, com o vosso brio e capacidade de esforço, que o ensino chegasse a todos e não fosse apenas acessível a uma franja diminuta da sociedade.
Ignorem quem quer branquear todo esse passado e todo esse trabalho. Julgo que não sou unico neste sentimento e espero que quando terminarem as vossas carreiras saibam que existem milhares de pessoas que como eu estão muito gratas pelo vosso trabalho.
A todos os professores
Meu ENORME AGRADECIMENTO!!!
[P.S. Caso também sintam o mesmo por favor copiem, criem um link, imprimam e façam chegar ao máximo número de pessoas e professores. Afinal eles bem mereceram estas palavras!]

8 comentários:

storaPaula disse...

Obrigada!

Não fui professora nos anos 70 nem 80. Lá para meados dos anos 80 já era aluna.
Agora sou professora e sinto-me desidulida.

Mais uma vez obrigada!

Maria Lisboa disse...

Há quem nos reconheça valor!
Há quem nos agradeça por termos ajudado a construir um futuro!
Há quem saiba que merecemos mais do que estes detractores tentaram fazer crer à opinião pública.

Obrigada, Tuga!

Odiana disse...

Obrigada :)
Não há melhor avaliação do que aquela que é feita por um aluno que,quando chega o fim da aula, nos diz: "Hoje gostei mesmo da aula". Essa avaliação é que me interessa, tudo o mais são pequenas coisas sem
qq interesse e com as quais nem devemos gastar a nossa energia.

Fátima Inácio Gomes disse...

Obrigada, Tuga! Ainda bem que há "tugas" de coração verdadeiro e mente livre!
Esta é a melhor avaliação que poderíamos ter!

Stran_ger disse...

Bem muito obrigado pelos comentários! Fiquei sem palavras.

Já se disse tanto sobre os professores e sobre a educação que algumas pessoas se esqueceram de pôr em perspectiva a dimensão do problema no ensino público. É verdade que existem falhas, lacunas e até alguns professores que não têm vocação para o ser, mas são em número muito reduzido e não pode nunca apagar todo o trabalho arduo dos professores (que muitas vezes têm condições miseráveis) para conseguir ensinar.

Estas opiniões (que tentam confundir com a opinião pública) que podem ser personificadas na ministra, são completamente irrealistas e a seu tempo irão ser julgadas em sede própria.

Quanto à vossa actitude mais uma vez demonstraram que são verdadeiros Professores ensinando ao País como lutar por direitos, estão a ser um exemplo para a sociedade em geral, um exemplo que a democracia é algo que se luta constantemente, não é um dado adquirido, mas também não é um bem perdido. Obrigado por mais uma lição!!!

reb disse...

Este texto comoveu-me! Até agora, parecia que a indignação era só nossa e que mais ninguém nos compreendia. Várias vezes dei comigo a pensar: será que os meus ex-alunos, agora já crescidos, se lembram de mim? de nós? Será que andam atentas a toda esta propaganda anti-profs, considerando-nos os únicos responsáveis pelo insucesso escolar? Será que também se revoltam com esta injustiça?

Comecei a dar aulas em 79/80 e ainda gosto muito do que faço e todos os dias aprendo com os meus alunos. Neste momento, a indignação é enorme, mas felizmente a união que surgiu entre profs dá-nos a força que precisavamos para não desmoralizarmos completamente.
Adorava ver alunos, ou ex-alunos na manif de dia 8 a caminharem ao nosso lado!!

Muito obrigada, Tuga!!!!!

Helena

Stran_ger disse...

Helena,

Julgo que muitas pessoas sem serem docentes também estão indignados com esta Ministra e com o que está a ser feito. E julgo que muitos irão no dia 8 juntar-se aos professores.

Eu estarei lá!

reb disse...

mto obrigada, stranger!!

nós iriamos gostar mto de ver outras pessoas, que não professores, do nosso lado!
Se forem alunos, ou ex-alunos, isso irá dar-nos mta força, acreditem!

UM GRANDE OBRIGADO PELA SOLIDARIEDADE!!

Helena