Algumas duvidas à extrema direita


Sempre que existem problemas económicos na sociedade, existe uma franja da sociedade que imediatamente aponta o dedos a esses "malfeitores" que nos roubam os salários e não nos deixam ser felizes. Tentam oportunamente capitalizar apoios, discriminando um grupo da sociedade que é facilmente identificável e por vezes até ganham mais um voto ou dois.

Então aparece-me algumas duvidas existenciais:

- Se a imigração é motivo de subdesenvolvimento então como é que é explicado o desenvolvimento dos Estados Unidos? Ou será que foi apenas coincidência?

- Se os nossos antepassados pensassem assim então porque é que estamos tão contentes por viver em Portugal?

- Os que defendem que o nosso país deve ser fechado à imigração e que os portugueses emigrantes deverão regressar a Portugal também defendem que os povos muçulmanos deverão regressar à Peninsula Ibérica?

- Quando os nacionalistas de extrema direita falam de identidade e colocam ênfase nas raízes será que estão a defender o Homem de Nearthental?

- Quando defendem que “O PNR tem toda a legitimidade para defender o fim da imigração proveniente de países cujos cidadãos, por razões culturais, não se conseguem integrar na comunidade portuguesa.” (frase tirado do blog de Máquina Zero) será que a sociedade portuguesa tem toda a legitimidade para pôr fim a organizações que “por razões culturais, não se conseguem integrar na comunidade portuguesa.”? Por exemplo o P.N.R.?

11 comentários:

jf disse...

O grande problema deste país foi, de facto, a chegada do homem de Neandertal que veio poluir os genes do Homo Erectus.
Aliás, a origem de todos os problemas esteve no primeiro peixe anfíbio que resolveu sair do mar e emigrar para zonas terrestres. Deram cabo da cultura e da civilização existente! Ou terá vindo já do Big Bang?

Laurentina disse...

Egídio , meu amigo não stresses...não se pode dar crédito a esses tipos da extrema direita.
Não tem país nenhum que se consiga manter sem as suas comunidades de imigrantes...portanto deita para traz das costas esse cartaz idiota condenado por toda a sociedade .

Beijão grande

Rúben disse...

Os estados unidos tem uma politica de imigração repressiva que deporta pessoas em casos de delito e que só considera americanos cidadãos com ascendia americana. Informe-se antes de falar.

Stran_ger disse...

Pois Ruben eu sei disso. É daquelas ironias da vida, um pais que nasceu e se desenvolveu por causa da imigração neste momento fecha as portas a essa mesma imigração.
Por isso antes de me acusares de ignorância revê os teus livros de história e entenderias o que quis dizer perfeitamente. Mas obrigado pela tentativa de me elucidares, neste caso não era necessário...

Stran_ger disse...

Ruben desculpa por esta parte do meu comentário: "Por isso antes de me acusares de ignorância revê os teus livros de história e entenderias o que quis dizer perfeitamente." foi um pouco arrogante demais...

miguelpaisantunes disse...

A maior parte dessas perguntas sao reductio ad absurdum..se é para atacar o extremismo, entao que se faça como deve ser..

Respondo so a primeira que é a unica a serio.

A imigraçao nao é motivo de subdesenvolvimento. A imigraçao a mais, para alem das capacidades de um pais, é.

A capadicade de assimilaçao tambem é importante, e no caso dos EUA, a grande maioria dos imigrantes que construiu o pais eram Europes, de culturas e raças semelhantes...e mesmo assim deram-se mal varias vezes. Como seria se nao fossem..
É bem sabido o problema de imigraçao actual dos EUA..tanto a falta de capacidade do pais como a assimilaçao sao causas desse problema...


Eu so sei que em Portugal ha 500,000 desempregados e 500,000 imigrantes. É no minimo estranho.
Contudo sei bem que muitos desses desempregados nao fariam o trabalho dos emigrantes, ou por terem qualificaçoes a mais, ou por ser "trabalho pa preto". Este segundo caso é o pior, e felizmente a situaçao esta mudar, com as novas regras do subsidio de desemprego.

"Trabalho pa preto, mas foi o que os teus antepassados fizeram durante seculos.."...dir-lhes-ia eu...

No entanto, os imigrantes causam de facto uma baixa dos salarios, porque nao se importam de ganhar menos, ou trabalhar mais. Mas o impacto disto eu nao sei.

Stran_ger disse...

É só a minha opinião mas por vezes o sentido de humor é a melhor forma de apontar contradições por demais evidentes.

Quanto à única pergunta séria:
Claro que a capacidade de "assimilação" de um país é importante, e é para os dois intervenientes da questão. Quanto ao caso português está longe de atingir esse limite.

O problema dos salários está na economia e não na imigração de todo. Aliás, Portugal tem beneficiado muito com os movimentos migratórios (tanto para o exterior como o inverso) pelo que olhar para estes movimentos e ver logo problemas é contra natura.
Aliás se o debate é o progresso de Portugal ele passa por muitos assuntos que não a imigração. Discutir este assunto no prisma da imigração é no mínimo uma perda de tempo.

"Contudo sei bem que muitos desses desempregados nao fariam o trabalho dos emigrantes, ou por terem qualificaçoes a mais, ou por ser "trabalho pa preto". Este segundo caso é o pior, e felizmente a situaçao esta mudar, com as novas regras do subsidio de desemprego."

Qualificações a mais é mesmo só um problema deste país (aliás até dá um bom tema para um post). E quanto à expressão "trabalho pa preto" é no mínimo estúpida. Mas é realmente um problema porque demonstra uma discriminação que não devia de existir. O problema não está no empregado que aceita o emprego (posição legitima) mas no empregador que provoca esta discriminação (posição ilegal).

Memorias de um PIDE disse...

A imigração é um conceito genérico.
Temos os emigrantes que foram para cumprir fora a pena de prisão que cá teriam, temos os que foram mandados pelas secretas para averiguar o que é que os imigrantes andavam a "tramar" e os "genuinos" que procuram melhores condições de vida.

Os Suissos, além dos Canadienses, esses aproveitam a imigração clandestina para suprir temporariamente a falta de mão de obra, sendoi que depois, rua com eles...

Os tugas são preguiçosos, gostam de enganar o Estado e ir buscar o subsidio de desemprego. Reparem nos "novos brasileiros" que pra aí andam. Esfalfam -se a trabalhar. Realmente não percebi muito essa mecânica migratória.
O certo é que os velhos imigrantes da França, Alemanha e Suissa, estão a vender as casinhas e a levar o que podem de volta. Afinal querem uma velhice com segurança social e cuidados de saúde eficientes. Já se riem deles próprios e do saudosismo que tiveram quanto ao regresso.

Em suma, a situação está caótica e isso é bom para que apareça um salvador, um novo "Salazar".

Não se riam pois é muito preocupante

Klatuu o embuçado disse...

Gostei. Um enquadramento inteligente de muitas questões que andam à solta.

Stran_ger disse...

Obrigado Klatuu espero que continues a passar por cá!

Klatuu o embuçado disse...

Estou a voltar... para te dizer que tenhas cautela...

http://prontualidade.wordpress.com/2007/04/07/pnr-partido-de-criminosos-continuacao/#comment-135

http://spectrum.weblog.com.pt/arquivo/2007/04/basta_de_passiv_1.html#comments