A Força dos Números

Com a polémica do cartaz (ainda me refiro ao do P.N.R. e não dos Gatos Fedorentos) o P.N.R. ganhou bastante visibilidade. E de repente parece que Portugal é constituído por inúmeras pessoas de extrema-direita (provável sonho do líder do dito partido). Quem passa pelos blogs ditos nacionalistas e pela pagina do P.N.R. quase que fica com a sensação de que vivemos num país completamente diferente daquele que nos passeamos todos os dias. Parece que o nosso país se tornou num bando de intolerantes que ainda vê a imigração como um mal e não como uma oportunidade de desenvolvimento (económico e cultural). Parece que não gostamos de regimes democráticos e que outra vez queremos um ditador como Salazar. No entanto se analisarmos o número de votos que esse partido obteve vemos a expressão que esta ideologia tem na nossa sociedade.

Então, nas ultimas legislativas este partido obteve a "estonteante" votação de 9.374 votos (apenas 2 partidos obtiveram menos votos que este). E da 1ª vez que foram a votos conseguíram uns impressionantes 4.712 votos. Os mais fãs deste movimento dirão que em 3 anos quase que duplicaram o numero de votos, mas convenhamos, se eu formar um partido e na 1ª eleição tiver 1 voto e passado 3 anos obter 10 votos posso reclamar que tive um crescimento impressionante de 1000% mas continuo a ter uma expressão minúscula, quase invisível, na sociedade.

E é isto que este movimento representa na nossa sociedade, nem sequer se pode dizer que tem uma pequena voz. E por mais polémicos que as opiniões deles sejam, não representam nada na nossa sociedade, são, como os seus membros, marginais à nossa sociedade sem influência, ou melhor com a influência e peso que nós lhe queiramos dar.

E quando afirmam que são "abafados" pela imprensa e alvo de censura da mesma eu só pergunto isto: Já alguém ouviu falar do Partido Humanista? Alguém conhece algum membro do mesmo? Pois é que este partido obteve nas ultimas eleições legislativas 17.056 votos e ninguém os ouve falar que não têm visibilidade nos media.

Com isto não quero minimizar o perigo destes movimentos. Na minha opinião eles representam o que de pior se pode ter numa sociedade e são extremamente perigosos se obtiverem mais apoios pois promovem uma cultura de ódio. No entanto, no calor desta discussão, não nos podemos esquecer que são apenas um pequeníssimo grupo de pessoas que ainda não se habituaram a conviver com a diferença entre culturas e com os benefícios de uma sociedade multicultural.

3 comentários:

A Tasca do Teixeira ® disse...

Excelente post Stran.

A única coisa de positivo que os nacionalistas nos trazem é o exemplo de como não se deve pensar e agir.

Ainda bem que eles existem que é para a maioria das pessoas não se esquecer da estupidez que é pensar dessa forma odiosa.

De resto, são apenas um bando de delinquentes com alguns carolas rapados, que com demagogia lhes enchem a cabeça de areia.

Abraço
[[]]

G disse...

Olá!
Concordo contigo!
(...)"eles representam o que de pior se pode ter numa sociedade e são extremamente perigosos se obtiverem mais apoios pois promovem uma cultura de ódio"(...)
É mesmo isto!
O problema é que é um fenómeno em crescimento em toda a Europa e isso sim, é preocupante!
Abraço!
G

Stran_ger disse...

Sim, também me preocupa muito o crescimento destes movimentos na Europa onde conseguem ter uma expressão bem maior que em Portugal (p.e. o Le Pen consegui chegar a uma segunda volta presidencial em França).
Por enquanto por cá o máximo que conseguem é ser um fait diver dos media.