Alberto Joãro Jardim, a matemática e a necessidade visceral de criticar

(adaptado de Madeira Indepentente)

Alberto João Jardim vem hoje criticar uma sondagem publicada pela TSF sobre as futuras eleições regionais. Critica porque os valores alegadamente inflacionados do PSD contribuem para a abstenção dos eleitores PSD. E como prova da fraude, garante que é impossível o PS ter 25% das intenções de voto («O PSD não acredita que um quarto dos eleitores seja colaboracionista com tudo o que Lisboa vem abusando sobre o povo madeirense»).
PSD inflacionado. PS inflacionado. Alguém explica a este senhor que a soma de percentagens dá por definição 100?!

Um comentário:

Stran_ger disse...

Acredito que é mais facil ensinar o meu gato o significado de percentagem...