O Tuga morreu...

Tudo tem um fim. E este, mais que anunciado, já era notório. Por diversas vezes tinha me ausentado destas lides. No entanto nunca tinha feito sentido escrever este post. Este blogue era um projeto em aberto, e enquanto fizesse sentido não o daria por encerrado. Isso mudou...

É para mim muito difícil escrever essas palavras. Muito do que eu sou está neste blogue e aprendi imenso com as pessoas que interagi ao longo destes anos. Não deixo a blogosfera (vou começar a blogar no espaço No-Mad) nem abandono o meu nick (apesar de por lapso não estar a aparecer o nick STRAN, ainda o vou manter, assim como o meu perfil no facebook) mas o Tuga deixa de fazer sentido agora que parto para a minha grande aventura: dar a volta ao mundo.

Fico então com o espaço para escrever um pouco sobre esta espetacular experiência que foi escrever neste blogue, comentar nos outros e conhecer tantas pessoas. Começo por elas, porque foram elas que deram significado a este espaço. Sem leitores e sem interacção isto seria apenas um espaço estéril. Uma simples mostra da minha vaidade em escrever, ainda por cima com tantos erros. Vou omitir todas excepto duas, a quem eu quero prestar a minha homenagem neste final. Que esta omissão não seja vista como menosprezo de quem eu não menciono. Muitas tornaram-se amigas "reais" (elas sempre foram reais apenas passaram a fazer parte da minha realidade fisica) e outros ainda interajo bastante.

A primeira pessoa que quero homenagear é o EJ Santos. Um estoico comentador. Aliás pelo tempo vi que é ainda mais paciente que eu. Um lutador nato e uma pessoa com quem se pode discutir, algo que começa a rarear (não obstante tanta discussão). Aprendi a respeitar a sua opinião e acima de tudo é uma pessoa que me fez pensar, duvidar e, o mais importante, evoluir. Espero que leias esta mensagem e acima de tudo espero que esteja tudo a correr pelo melhor.

A segunda pessoa que quero homenagear é a ML. E para ela nem uma passadeira vermelha seria suficiente para lhe fazer justiça. O que posso dizer de uma pessoa com quem eu poderia ficar horas a discutir? De uma pessoa que me abriu horizontes? Alguém que partilha todo o seu conhecimento? Para ser franco, não sei mesmo o que dizer. Até obrigado seria muito pouco. Talvez dizendo que não termos mantido contato é das poucas coisas que me arrependo na minha vida lhe faça alguma justiça. Sei que tudo tem o seu momento, mas também sei que irei sempre guardar com carinho todas as nossas discussões e diálogos. Sinto que foste uma companheira em determina fase da minha vida e que me ensinaste a lidar com opiniões adversas. Só te posso desejar tudo de bom. Que a tua vida seja o que tu mereces, e mereces muito!

Fica também uma palavra especial a quem escreveu neste blogue. Quer autores, de vários pontos de globo, quer entrevistados, pessoas fantásticas que deram uma qualidade superior a este espaço, quer a comentadores e leitores que gastaram o seu tempo a escrever e a ler o que tinha escrito.

É talvez das coisas mais difíceis que tive de fazer. O dizer adeus é sempre complicado. Mas também é necessário. Guardarei todos os momentos que tive aqui. São lembranças fantásticas. E no final fica a sensação que valeu a pena. Este nunca foi um espaço grandioso. Nunca tive essa pretensão. Foi um espaço de livre expressão. Um espaço em que qualquer um pudesse dizer o que lhe ia na alma. Foi um sonho realizado e uma construção de mim próprio.

Agora é altura de fechar e dizer aquela palavra que muda tudo: Adeus! (e muito, mas mesmo muito obrigado a todos)

P.S. Em jeito de despedida deixo uma das minhas músicas favoritas de sempre...

2 comentários:

EJSantos disse...

Viva Stran.

Folgo em ouvir noticias tuas.

Hmm, diria ler! :-)

Pena que acabe, mas a vida continua. Mesmo assim parece-me que ainda vou ler coisas tuas.

Um abraço e obrigado pelo elogio!

Anônimo disse...

Viva :)

Só tens o elogio que mereces! Foi díficil encerra-lo mas tinha de ser. E quanto a ler, de certeza... agora será um pouco mais na optica das viagens, mas voltarei com um bocadinho de tudo. Afinal vicio é vicio... lol

Um abraço e vejo-te por lá!
Stran "No-Mad"